Patos-PB, Segunda-Feira - 6 de Abril de 2020

Notícias

Imprimir   

FUNDAP abre festejos carnavalescos de Patos com mostra de dança e exposição em homenagem a Zé da Trompa

Buscando reavivar a cultura carnavalesca e homenagear um dos maiores nomes do carnaval e da música da cidade, aconteceu na manhã desta quinta-feira (20), no Centro de Cultura Amaury de Carvalho, uma mostra de dança e o lançamento da exposição em homenagem a Zé da Trompa.
 

O evento contou com a participação da orquestra Edição Extra, que com sua irreverência e repertório de frevo, marchinhas e músicas tradicionais de carnaval animou os presentes, e também com a apresentação de frevo do professor de dança Júnior, abrilhantando ainda mais a manhã carnavalesca.
 

Para o presidente da FUNDAP, Marcelo Lima, este momento marca a abertura oficial do carnaval em Patos, e traz exatamente a proposta a ser vivenciada nos festejos de 2020 na cidade, que é o retorno da tradição do carnaval de rua, com tudo que esse movimento cultural representa.
 

“Fico muito feliz com esse momento que a gente consegue interagir com a comunidade, inclusive os alunos que não conheciam a história do Zé da trompa e vieram aqui no Centro de Cultura. O músico Zé da trompa deixou o seu legado e traz para gente a efervescência do verdadeiro carnaval. Esse encontro marca a abertura de nosso carnaval com muita alegria e integração com a comunidade,” ressaltou o presidente.
 

Dário Galdino, filho do maestro Zé da Trompa, esteve participando do evento e destacou a importância do trabalho que seu pai dedicou a esse símbolo cultural da cidade.
 

“É importante resgatar o trabalho que ele fez na cidade de Patos, de Taperoá e na Paraíba. Foi uma pessoa que se dedicou muito e sempre viveu para a cultura. Quando assumi a diretoria do bloco tivemos a ideia de montar um acervo, para que além do bloco ir ás ruas, a gente pudesse mostrar como era Zé da Trompa como foi sua vida que ele dedicou à cultura. A exposição estará aberta ao público quem quiser conhecer um pouco de sua vida pode comparecer aqui que as portas não estar abertas," disse o filho do músico.
 

Os alunos de 8º e 9º anos da Escola Rio Branco, acompanhados de professores estiveram prestigiando a apresentação da orquestra e abertura da exposição. A professora da disciplina de história, Salete Diniz, parabenizou a iniciativa da FUNDAP.
 

“Evento maravilhoso, está de parabéns cultura de Patos e toda a equipe que faz parte. A mensagem que a gente deixa é a seguinte Zé da Trompa fez uma linda história e está aqui o seu legado para a cidade de Patos. Parabéns à secretaria de Cultura. Convidamos a todos que puderem vir vivenciar esse momento de cultura da cidade e conhecer a vida do músico Zé da Trompa," disse a professora.
 

Quem visitar a exposição poderá conhecer por meio de matérias jornalísticas, acervo fotográfico e registros pessoais, a história do músico e maestro José Francisco Fernandes, o Zé da Trompa, num acervo que conta sua trajetória e seu amor pela música. Também estão expostos antigos e atuais registros do Bloco Lá Vem Zé da Trompa, tradicional bloco que todos os anos abre os festejos de Momo na cidade.


MARCELO LIMA - PRESIDENTE DA FUNDAP

MÚSICO DÁRIO GALDINO - FILHO DE ZÉ DA TROMPA

PROFESSORA SALETE DINIZ


 

« Voltar