Patos-PB, Sexta-Feira - 15 de Outubro de 2021

Notícias

Imprimir   

SETEMBRO AMARELO: Profissionais da educação municipal participam de mesa redonda sobre Cyberbullying

Dando continuidade às atividades relativas à Campanha Setembro Amarelo, aconteceu na manhã desta terça-feira (14), no auditório da Secretaria Municipal de Educação, uma mesa redonda com a temática “Violência na sociedade globalizada: Implicações do Cyberbullying na saúde mental de jovens e adolescentes”, direcionada aos profissionais da educação municipal.
 

O encontro foi mediado pelas psicólogas Thays Rochelle, do NASF, e Sílvia Albuquerque, do CAPS II, e contou com a presença dos secretários de Saúde e Educação do município, profissionais do setor psicossocial e coordenações da Educação, além de representantes de gestores escolares, supervisores e professores.
 

A secretária de Educação de Patos, Adriana Carneiro, destacou a importância da intersetorialidade no desenvolvimento dessas e outras ações.
 

“A Secretaria Municipal de Educação se junta à Secretaria de Saúde para trabalhar em rede o Setembro Amarelo, e a valorização da vida. Uma ação como essa busca levar essa conscientização à nossas salas de aula por meio da orientação de nossos profissionais,” comentou.
 

Para o secretário de Saúde de Patos, Leônidas Dias, além das ações intensificadas durante o mês de setembro, é importante destacar que o município conta com uma rede de atenção à saúde mental que atende a demanda da população durante todo ano.
 

“A gente sempre diz que, apesar de setembro ser o mês utilizado para lutarmos contra a violência autoprovocada, e contra o suicídio, nossa luta é de setembro a setembro. É preciso que estejamos em rede desenvolvendo esse trabalho, também junto à educação, principalmente pela proteção de nossas crianças e jovens,” disse Leônidas.
 

A psicóloga Thays Rochelle, falou sobre a escolha da temática para trabalhar com os profissionais da educação.
 

“Nós escolhemos a temática do Cyberbullying, porque é uma temática bastante atual, que tem trazido bastante sofrimento psíquico aos nossos jovens e crianças, e um tema que é indiretamente ligado ao suicídio, inclusive nós tivemos recentemente casos de como o impacto das mídias tem contribuído com a questão psicopatológica e consequentemente em atos como o suicídio. Nossa ideia é discutir, debater um pouco dos sinais e sintomas de alguns transtornos que possam acometer jovens e crianças,” detalhou a psicóloga.
 

O Setembro Amarelo é dedicado à prevenção e conscientização contra o suicídio. Dados demonstram que 12 mil suicídios são registrados todos os anos no Brasil. Em Patos, a programação de ações segue sendo intensificada.

« Voltar