Patos-PB, Domingo - 16 de Junho de 2019

Notícias

Imprimir   

PROCON Patos divulga pesquisa de preço do material escolar

Com a chegada do mês de janeiro também é chegada a hora de um investimento já previsto nos lares brasileiros: a compra do material escolar. Com a matrícula feita e a lista dos produtos em mãos, pais e responsáveis iniciam uma pesquisa minuciosa nas lojas do segmento de papelaria e livraria, na ânsia de economizar.
 

Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (PROCON Patos), faz, todos os anos, uma pesquisa de preços nos estabelecimentos que comercializam produtos de material escolar, a fim de orientar o consumidor na hora da compra.
 

Agora em janeiro, foram avaliados quase 70 produtos, dos mais variados tipos, tamanhos e quantidades, tais como: cadernos, canetas, lápis, borrachas, pincéis, réguas, tesouras, colas, folhas de papel de diversos pesos, cartolinas, dentre outros produtos. Os dados da pesquisa foram colhidos durante os dias 03 e 04, em oito diferentes estabelecimentos comerciais entre papelarias, lojas de importados e de variedades.
 

De acordo com a pesquisa, a caixa de lápis de cor, contendo 12 unidades, pode ser encontrada nos valores entre: R$3,00 e R$7,19; a cola branca de 90g é vendida, no menor valor, a R$1,49, e no maior valor a R$2,15; o lápis grafite pode ser encontrado, entre: R$0,25 e R$0,99; já o giz de cera (caixa com 12 unidades), é vendido entre: R$ 1,49 e R$ 3,45; e a caixa de lápis hidrocor, entre: R$3,00 e R$9,00.
 

O item caderno, também, consta na pesquisa, e o tipo brochura, com 96 folhas, é comercializado nos valores de R$2,50 a R$5,20; o brochurão nos valores de R$3,30 a R$13,90; o caderno de desenho é encontrado, no menos preço, por R$5,90; e no maior a R$12,90. Os cadernos de matérias também tiveram seus preços avaliados: o de 10 matérias é vendido, no menor valor, por R$9,40; e, no maior valor, por R$13,00; já o de 20 matérias, varia de R$16,40 a R$24,00.
 

O PROCON recomenda que os pais procurem fazer uma seleção dos materiais que realmente serão utilizados pelos alunos para não comprometer orçamento; e também orienta que seja exigida a nota fiscal no ato da compra.

“Assim tentamos fazer com que o consumidor tenha ciência dos valores mais em conta, para que possa fazer boas compras com economia,” disse o secretário do PROCON Patos, Renato Medeiros.

 

Qualquer dúvida ou reclamação, o consumidor pode se dirigir ao PROCON Municipal de Patos que fica localizado à Avenida Rui Barbosa, n° 21, Centro, ou ligar para o telefone 3423-3629.


RENATO MEDEIROS - PROCON

 

 
 

 « Voltar