Patos-PB, Terça-Feira - 16 de Outubro de 2018

Notícias

Imprimir   

PROCON Patos divulga nova pesquisa de preço do kg do frango

O PROCON de Patos, realizou durante os dias 02 e 03 de outubro, mais uma pesquisa de preço; desta vez, referente a um produto que faz parte da dieta da população: o frango. 

A pesquisa teve por base o valor referente ao quilo do frango, cujos dados foram coletados em 13 estabelecimentos comerciais, entre: granjas e frigoríficos. 

Ao todo, foram analisados os preços do quilo do frango: inteiro cru, da peça de frango assado e de mais outros oito subprodutos.

Conforme a pesquisa, o quilo do frango abatido inteiro pode ser encontrado nos valores entre: R$ 5,50 e R$ 8,90; já o frango assado, varia entre: R$ 10,00 e R$ 12,00.

Os valores das partes do frango, também, apresentaram variações. O peito de frango foi encontrado com o valor entre: R$ 8,00 a R$ 10,00; a asa varia de: R$ 7,00 a R$ 12,90; a coxa e sobrecoxa, de: R$ 7,00 a R$ 8,98; o fígado foi encontrado nos valores entre: R$ 6,00 e R$ 8,90; já o fígado e moela vendidos, juntos, são encontrados, no menor preço por: R$ 5,00, e no maior por: R$ 7,00. O miúdo variou entre: R$ 1,50 e R$ 3,50; o coração é vendido nos valores entre: R$ 8,00 e R$ 14,90; e, por último, o filé de peito que apresentou valores entre: R$ 10,00 e R$ 13,00.

De acordo com o secretário do PROCON de Patos, Bruno Maia, a pesquisa revelou que há uma variação bastante considerável nos valores aplicados tanto no frango abatido inteiro, como nos cortes da ave; e alguns cortes apresentaram variação superior a 100% de um estabelecimento para o outro.

“Foram verificados não só os preços do frango inteiro, mas também dos cortes relacionados à ave como um todo. Verificamos que houve uma discrepância muito grande de valores, em alguns desses cortes, desde o mais barato até o mais caro: a exemplo do miúdo que chegou uma variação superior 100% de um estabelecimento para outro. O frango inteiro, sofre uma variação superior a 40%,” informou.

Bruno Maia pede, ainda, que o consumidor esteja atento e sempre verifique às condições do estabelecimento comercial. “Quanto mais o consumidor estiver atento às nossas pesquisas, mais ele irá economizar,” concluiu.



BRUNO MAIA - NOVA PESQUISA DO KG DO FRANGO
« Voltar