Patos-PB, Segunda-Feira - 27 de Junho de 2022

Notícias

Imprimir   

PROCON Patos divulga pesquisa de preço dos combustíveis

A Secretaria de Defesa do Consumidor (PROCON/PATOS) divulgou nesta quarta-feira (21), a primeira pesquisa de preços de combustíveis realizada em todos os postos da cidade no ano de 2018. Foram levantados os preços cobrados de combustível no varejo da Gasolina Comum e Aditivada, Etanol, Óleo Diesel Comum e S10 e Gás Natural nas modalidades de venda à vista e no cartão de crédito.

 

Devido ao constante aumento do preço de combustível nos últimos meses, o PROCON Patos vem realizando periodicamente pesquisas de preços nos postos de combustíveis do município de Patos com o objetivo de deixar a população sempre informada sobre as mudanças nos valores.

 

A pesquisa realizada em todos os postos da cidade, na última segunda-feira (19), constatou que a gasolina comum, com pagamento à vista, está sendo comercializada no valor que varia entre: R$ 3,99 a R$ 4,13; com o pagamento no cartão, o valor fica entre: R$ 4,07 a R$ 4,29. Já a gasolina aditivada, com pagamento à vista, o valor encontrado foi entre: R$ 3,99 a R$ 4,19; sendo o pagamento no cartão o valor sobre e fica entre: R$ 4,07 a R$ 4,30. O etanol, no pagamento à vista, altera entre: R$ 2,98 a R$ 3,19 e, para o pagamento no cartão, o valor variou entre R$ 2,89 a R$ 3,19.

 

Já o Diesel comum mostrou uma diferença no pagamento à vista de R$ 3,24 a R$ 3,49 e o pagamento em cartão o valor é de R$ 3,24 a R$ 3,50. O Diesel S10 o valor com pagamento a vista é entre R$ 3,39 a R$ 3,59 e no pagamento no cartão o valor é de R$ 3,39 a R$ 3,60. Por último, o Gás Natural foi encontrado em apenas um local, o Posto Mastergás (Bairro Salgadinho) no valor de R$ 3,15 tanto no pagamento a vista quanto no pagamento em cartão.

 

“Pudemos constatar que em função da disputa saudável pelos consumidores que alguns postos de gasolina estão criando cartões fidelidade para seus clientes, o que pode representar um desconto ainda maior nos preços dos combustíveis para quem compra na modalidade à vista. Isso reforça aquilo que sempre falamos que o consumidor busque opções, porque isso faz com que acirre a concorrência entre quem vende e favorece o consumidor a comprar um produto de qualidade por um preço menor,” comentou o secretário do PROCON, Bruno Maia.

 

Bruno Maia - pesquisa de combustíveis

 

 

« Voltar