Patos-PB, Sábado - 22 de Setembro de 2018

Notícias

Imprimir   

Prefeitura de Patos pede cancelamento de contrato com a Ghia Engenharia

O prefeito de Patos, Bonifácio Rocha (PPS) tomou, na manhã desta quarta-feira (12), a decisão de rescindir o contrato com a Ghia Engenharia LTDA, empresa prestadora de serviços de iluminação pública. A decisão parte do objetivo de reduzir gastos e economizar recursos, numa tentativa de sanar as despesas do município que estão comprometidas com alto índice prudencial, por causa do inchaço na folha de pagamento.
 

Segundo o gerente de licitação, Alex Camboim, a empresa foi devidamente notificada através de AR e, agora, tem um prazo de 15 dias para apresentar qualquer defesa. O gerente explica que a ideia é usar o próprio quadro efetivo na execução dos serviços de iluminação e que a economia feita será revertida em investimentos no setor.
 

“O prefeito decidiu fazer a toda manutenção com recurso próprio utilizando eletricistas do quadro. A única coisa que a gente vai fazer a contratação de um caminhão muque para prestar fazer a troca de lâmpada dos postes altos do Centro da cidade. Com essa economia e pretende investir na própria iluminação pública, e não vai deixar de trazer economia no sentido de redução mesmo de gasto. Já existe a licitação vigente que é compra de materiais de construção, que inclui material elétrico, então no momento não vai ser necessário licitação para compra,” revelou Alex Camboim.
 

A determinação do cancelamento do contrato com a Ghia Engenharia foi confirmado pelo próprio prefeito Bonifácio Rocha, que disse que o município paga R$ 200 mil reais mensais à empresa, e que o serviço de iluminação pública da cidade pode ser feito com R$ 60 mil reais, sem perder qualidade e valorizando o pessoal efetivo.
 

“À Ghia a gente paga aproximadamente 200 mil e dá para fazer com custo de 60/80 mil com pessoal da prefeitura que é quem já dá assistência nesse setor. Não temos apenas um muque para serviços mais elevados, mas isso aí se contrata periodicamente para fazer determinado serviço, só quando precisar. E o restante do pessoal da prefeitura está equipado e tem capacidade, e vamos economizar aí 100 mil por mês,” comentou o prefeito interino.
 

O prefeito disse ainda que essas medidas que estão sendo tomadas não possuem reflexos imediatos, mas os cofres públicos e a cidade irá sentir a diferença, pois os recursos economizados poderão ser utilizados de forma mais organizada. “No mês que a gente deixar de pagar a mais esses 100 mil, é que vai realmente aparecer na questão financeira da prefeitura. Aos poucos a gente está tomando medidas para que num breve futuro a gente ter como realmente administrar a cidade de Patos,” disse.
 

Segundo o prefeito, além da Ghia Engenharia, outros contratos estão sendo revistos; e caso não se enquadrem dentro da realidade financeira da gestão, também serão cancelados.


PREFEITO BONIFÁCIO ROCHA



ALEX CAMBOIM- GERENTE DE LICITAÇÃO

« Voltar