Patos-PB, Segunda-Feira - 27 de Junho de 2022

Notícias

Imprimir   

Prefeitura de Patos abre, oficialmente, o Programa Mais Pecuária Brasil

A Prefeitura de Patos, por meio da Secretaria de Agricultura e em parceria com o Conafer- Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais do Brasil, realizou, nesta sexta-feira, dia 17 de junho, a abertura do Programa Mais Pecuária Brasil. 

A solenidade aconteceu na comunidade rural Pedra Branca, na Fazenda Maryana, e contou com a presença do prefeito Nabor Wanderley, do vice, Jacob Souto, o secretário de agricultura do município, Ferré Maxixe, demais secretários do município, da presidente da Câmara, Tide Eduardo, da técnica da CONAFER, Jéssica Assis, do professor da UFCG em reprodução animal, dr° Carlos Peña, da equipe técnica da secretaria de agricultura do município, a médica veterinária Milena Áquila, do engenheiro agrônomo Iere Caindre, do técnico agropecuário Damião Teixeira, do médico veterinário, Alexandre Mamede, presidente do Conselho de Agricultores e Agricultoras Rurais, Sebastião dos Santos, entre presidentes de associações rurais da região e convidados.

Na oportunidade, 26 animais passaram pelo procedimento de melhoramento genético.

“Com isso, nós teremos a médio e longo prazo a melhoria do nosso rebanho, teremos um gado produzindo mais leite, um gado mais apropriado para a área de corte, dependendo do que o produtor queira. Na hora que a gente oferece esse trabalho de inseminação, um sêmen de alto padrão genético, estamos garantindo que esses animais, no futuro, estarão produzindo mais e garantindo mais renda ao homem do campo”, disse Nabor Wanderley.

Já o secretário de agricultura, Ferré Maxixe, lembrou que o produtor que pretende aderir ao Programa Mais Pecuária Brasil deve comunicar à secretaria de agricultura que envia uma equipe técnica à propriedade para identificar o gado e posteriormente, ser adicionado no próximo protocolo.

A médica veterinária e responsável técnica pelo Programa no município, Milena Áquila, explicou o procedimento que leva o animal a receber a inseminação.

“Nós selecionamos fêmeas que não estão prenhas para entrar no protocolo de indução do cio. Então, esse programa de inseminação tem o objetivo de melhoramento genético do rebanho de bovinos no município e isso é feito através da inseminação artificial em tempo fixo, onde os animais (as fêmeas) são induzidos a entrar no cio para que possam ser inseminadas”, explicou.

Ainda de acordo com a veterinária, foi realizado o D0 (D zero) momento em que foi feita a ultrassom das vacas e aquelas que não estavam prenhez entraram para o protocolo de indução do cio, quando é feita a aplicação de hormônios para que elas entrem no ciclo estral.

Por fim, o proprietário da Fazenda Maryana, Gilberto Holanda, comemorou a implantação do programa, uma vez que esse tipo de procedimento sairia muito caro, mas agora com o apoio do Governo federal e municipal, irá melhorar o rebanho.

Nabor Wanderley:


Ferré Maxixe:

Milena Áquila:

Gilberto Holanda:



Coordecom
« Voltar