Patos-PB, Segunda-Feira - 18 de Outubro de 2021

Notícias

Imprimir   

Prefeitura de Patos edita decreto com relação às medidas de enfrentamento à covid-19

A Prefeitura de Patos publicou, nesta quarta-feira, dia 15 de setembro, o decreto de nº 070/2021, que adota as novas medidas temporárias e emergenciais da prevenção ao COVID-19.

O decreto estabelece funcionamento do comércio e serviços pelo período compreendido de 16 a 30 de setembro, e faz lembrar à população e aos estabelecimentos o reforço com as medidas sanitárias, a disponibilidade de álcool 70%, a manutenção do distanciamento evitando aglomeração, assim como o uso de máscara. 

Shopping centers e Centros Comerciais podem funcionar até 00h. Missas, cultos e quaisquer cerimônias religiosas tiveram a ampliação da capacidade do local para 50%.

Uma novidade trazida, conforme art. 9º do decreto, é que fica instituída em todo o território municipal a necessidade de apresentação do Passaporte de Vacinação para o ingresso de pessoas em estabelecimentos do setor público ou privado conforme estabelecido neste decreto. A partir de agora, de acordo com o Procurador do município, Alexsandro Lacerda, a Força-tarefa passará a fiscalizar a exigência do cartão de vacinação contra a covid-19

Também será necessária a apresentação do cartão de vacinação COVID-19 (passaporte de vacinação) nas instituições privadas de ensino superior que funcionarão, exclusivamente, através do sistema híbrido com 50% da capacidade. Deverão apresentar o cartão de vacinação, os professores, alunos, funcionários da administração.

As escolas e instituições privadas dos ensinos infantil, fundamental e médio tiveram a ampliação na capacidade podendo funcionar através do sistema híbrido com 50%.

Ficam convocados todos os professores e profissionais da Secretaria de Educação, para no 16º dia após a imunização da 2º dose, apresentarem o Passaporte de Vacinação (Cartão de Vacinação Covid-19) estabelecido no art. 10, e iniciarem reuniões presenciais de planejamento pedagógico e conhecimento do plano de retomada as aulas presenciais no município.

Também fica estabelecido que as atividades presenciais nos órgãos e entidades vinculadas ao Poder Executivo Municipal, ficam disciplinadas conforme orientação do gestor de cada Secretaria Municipal, sendo obrigatório a apresentação de Passaporte de Vacinação (Cartão de Vacinação Covid-19) estabelecido no art. 10.

Fica autorizado o retorno dos servidores Municipais às atividades presenciais a partir do vigésimo nono dia após a segunda dose ou dose única da vacina. 

O decreto estabelece que novas medidas poderão ser adotadas a qualquer momento em função do cenário epidemiológico do Estado.

Alexsandro Lacerda- Parte I


Alexsandro Lacerda- Parte II


 

Coordecom
« Voltar