Patos-PB, Segunda-Feira - 22 de Julho de 2019

Notícias

Imprimir   

Curadoria do Artesanato e prefeitura promovem registro de artesãos na cidade de Patos

A Curadoria do Artesanato da Paraíba, vinculada à Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Habitação, promoveu nesta quarta-feira (15), das 08h às 12h, na Central de Artesanatos de Patos, na praça Getúlio Vargas, o cadastramento dos profissionais que atuam como artesãos.
 

De acordo com o curador presidente, José Nilton da Silva, a atividade desenvolvida hoje na cidade de Patos foi solicitada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Habitação, no sentido de realizar um levantamento do artesanato produzido a nível local, bem como cadastrar aqueles profissionais que possuem o perfil exigido pela curadoria.
 

Além de José Nilton, a atividade contou com a participação dos curadores Geolagens de Oliveira e Jose Augusto de Moraes, que além de realizar o cadastramento, ainda repassaram orientações aos artesãos, detalhando que para ser registrado junto ao governo do estado, o artesão deve produzir peças que contenham elementos da identidade cultural local.
 

Priscila Araújo, gerente de empreendimentos industriais, comerciais e serviços da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Habitação, explicou que apenas as peças artesanais que se utilizam das tradições locais com uso de alguns materiais mais comuns, é que devem ser consideradas como parte do trabalho de artesão de acordo com o cadastro nacional. Peças de couro, barro, crochê, madeira, são alguns exemplos.
 

Uma vez cadastrado, o artesão paraibano ganha condições de levar cada vez mais um produto genuíno e de qualidade ao mercado, de participar de feiras e salões, com cadastro no Programa do Artesanato da Paraíba (PAP) e também no Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), e ainda de ter acesso a incentivos fiscais e isenções, bem como a empréstimos com juros abaixo da média do mercado.
 

Após ser cadastrado na Curadoria, o artesão recebe uma carteira de identificação, que dará acesso a outras vantagens inerentes a esta atividade.
 

Atualmente, a cidade de Patos possui cerca de 68 artesãos cadastrados na associação da categoria, porém alguns não se encaixam no perfil exigido pelo cadastro da curadoria.  (HB)


José Nilton da Silva (Curadoria do Artesanato da PB)

Priscila Araújo - Gerente de empreendimentos industriais -  comerciais e serviços

« Voltar